Assis Chateaubriand, sábado, 16 de janeiro de 2021 ESCOLHA SUA CIDADE

Paraná

05/01/2021 | Concebido por Goioerê

Receita Estadual do Paraná moderniza identidade visual

Receita Estadual do Paraná moderniza identidade visual

A Receita Estadual do Paraná entra 2021 com cara nova. A tradicional marca com o ícone das três pirâmides foi reestilizada, ganhando contornos mais modernos e adequando-se aos padrões de cores e fontes atuais do Governo do Estado.

“A inovação e a modernização fazendária são marcas desta administração e a remodelação da identidade visual da Receita faz parte deste contexto”, comenta o secretário da Fazenda, Renê Garcia Junior.

O diretor da Receita Estadual, Roberto Covelo Tizon, ressalta que as mudanças foram cuidadosamente estudadas e debatidas, de forma que a marca pudesse manter o seu contexto histórico e a sua simbologia. “A Receita Estadual é um órgão essencial para o Estado e tem como missão executar com integridade e eficiência a administração tributária, o que deve ser representado em sua marca”, explica.

SIGNIFICADO - A marca com as três pirâmides foi criada em 1988 pelo extinto Centro Paranaense de Desenvolvimento do Pessoal da Receita (Cenpre) – atual Escola Fazendária do Paraná (Efaz) –, consolidada em desenho pela projetista Sandra Regina Toldo. O ícone é formado por três pirâmides de base retangular e simboliza a união, o equilíbrio de forças e o entrosamento entre os sistemas TAF (Tributação, Arrecadação e Fiscalização).

A logo passou por uma revisão em 2006, sendo reconstruída para os padrões da época. Esta versão foi utilizada até 2020.

Agora, mais de três décadas depois de sua criação, a marca é modernizada definitivamente com a restauração dos traços e ângulos originais do ícone de 1988 adaptados a novos métodos, regras e padrões de design.

“Essa evolução se adequa às novas tecnologias, online e offline, e garante presença e visibilidade em todas as aplicações”, destaca o designer Alexandre Ribeiro, da Secretaria da Comunicação Social e da Cultura, responsável pela nova criação.  “A construção da marca foi calculada para que possa ser aplicada em diversas medidas e superfícies, garantindo sua originalidade”, completa.

As cores e a tipografia seguem as recomendações contidas no Manual de Identidade Visual do Governo do Estado do Paraná, que garante a consolidação da identidade do Governo e suas instituições para o cidadão.

Além da reestilização, também foi desenvolvido um novo Manual de Marca da Receita Estadual, que registra e documenta os conceitos, normas e diretrizes para a aplicação da marca e suas variações, assegurando que cores, formas, tipografia e proporções sejam utilizados exatamente como definido.

ESCOLA – Dentro desta ação de modernização e padronização das marcas ligadas à Secretaria da Fazenda e à Receita Estadual, também a Escola Fazendária do Paraná ganhou uma nova identidade.

A marca utilizada desde 2017, ano de criação da Escola, foi elaborada pelo auditor fiscal Eli Junior Lombardi, que venceu um concurso interno.

Os livros simbolizam o conhecimento, objeto principal da escola, nas suas diversas áreas de atuação. A disposição das figuras e as cores utilizadas remetem à marca da Receita Estadual. Também a Assessoria de Modernização Fazendária (AMF) ganhou uma marca com os mesmos padrões de cores e fontes, mantendo assim uma identidade comum.

 

PUBLICIDADE

Fonte: GOIOERÊ | CIDADE PORTAL | AGÊNCIA DE NOTÍCIAS DO PARANÁ - AEN

OPINE!

CIDADE PORTAL
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso.

Desenvolvido por Cidade Portal