Assis Chateaubriand, segunda-feira, 04 de julho de 2022 ESCOLHA SUA CIDADE

Assis Chateaubriand

10/05/2022

Assistência Social de Assis Chateaubriand realizará carreatas e ações em alusão ao dia 18 de maio

Assistência Social de Assis Chateaubriand realizará carreatas e ações em alusão ao dia 18 de maio

Campanha Municipal de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes

Durante o mês de maio o município de Assis Chateaubriand, através da Secretaria de Assistência Social e da Mulher estará realizando ações em alusão ao dia 18 de maio, dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

Está sendo deixado no comércio chateaubriandense, cartazes para assim disseminar informações de apoio com relação ao assunto. A forma de denunciar e os equipamentos que se encontram à disposição das vítimas ou para acolher as denúncias.

“Realizaremos uma carreata saindo da igreja São Francisco a partir das 9h da manhã para falar e pensar a respeito da campanha municipal de enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes.  Você que apoia essa causa e defende as nossas crianças, venha participar conosco dessa carreata. Nós queremos fazer um movimento muito bonito em favor das nossas crianças”, assegurou a Secretária de Assistência Social e da Mulher Izabel Claro.

A partir do dia 16 haverá carreata no interior. No Patrimônio do Engenheiro Azaury às 8h30 com saída em frente a Escola Municipal Manoel Ribas. Em Bragantina às 10h, saindo em frente ao Salão Comunitário. No Patrimônio de Terra Nova às 14h saída em frente à Escola Municipal Santa Terezinha. No Silveirópolis às 15h30 saída em frente à Igreja católica.

No dia 17 será no Encantado do Oeste às 8h30 com saída em frente da UDC- Unidade Descentralizada do CRAS. No Patrimônio Nice às 10h com saída em frente à Escola Municipal Nice.

18 DE MAIO

Em 1973 um crime bárbaro chocou o Brasil. Seu desfecho escandaloso seria um símbolo de toda a violência que se comete contra as crianças.

Com apenas oito anos de idade, Araceli Cabrera Sanches foi sequestrada em 18 de maio de 1973. Ela foi drogada, espancada, estuprada e morta por membros de uma tradicional família capixaba. O caso foi tomando espaço na mídia. Mesmo com o trágico aparecimento de seu corpo, desfigurado por ácido, em uma movimentada rua da cidade de Vitória (ES), poucos foram capazes de denunciar o acontecido. O silêncio da sociedade capixaba acabaria por decretar a impunidade dos criminosos.

Sendo assim, o dia 18 de maio foi instituído como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual Infanto-Juvenil. E vem manter viva a memória nacional, reafirmando a responsabilidade da sociedade brasileira em garantir os direitos de todas as suas Aracelis.

 

PUBLICIDADE

Fonte: ASSIS CHATEAUBRIAND | CIDADE PORTAL | PREFEITURA MUNICIPAL DE ASSIS CHATEAUBRIAND

OPINE!

CIDADE PORTAL
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso.

Desenvolvido por Cidade Portal