Assis Chateaubriand, quinta-feira, 20 de junho de 2019 ESCOLHA SUA CIDADE

Mundo

22/07/2017

CAMPANHA SALARIAL: Sem acordo, cooperativas no Paraná podem entrar em greve

CAMPANHA SALARIAL: Sem acordo, cooperativas no Paraná podem entrar em greve

Em reunião realizada ontem, sexta-feira (21/7), na sede do sindicato Sintrascoopa na cidade de Palotina, o representante do sindicato patronal das cooperativas do estado do Paraná, fez a seguinte proposta: Piso de R$ 1.033,00 e reajuste salarial de 3,35%. Isso para o fechamento da Convenção Coletiva de Trabalho.

Com a finalidade de chegar a um consenso o presidente da Fenatracoop e dos sindicatos: Sintracoop e Sintrascoopa Mauri Viana Pereira apresentou a proposta de: Piso R$ 1.224,00, reajuste salarial de 3,5% e mais 3,5% em benefícios a ser negociado em Acordo Coletivo de Trabalho diretamente com as cooperativas. O representante do sindicato patronal ficou de conversar com a diretoria e dar a resposta mais tarde. Os representantes dos trabalhadores aguardaram a resposta até às 18 horas de sexta-feira, mas ninguém do patronal entrou em contato.


Vale lembrar que as cooperativas estão impossibilitadas de negociar os Acordos, o sindicato patronal, está orientando as mesmas, para que aguardem o fechamento da Convenção. “O sindicato dos trabalhadores realizou a assembléia para aprovação do Rol de Reivindicação ainda no mês de abril, na seqüência foi encaminhado ao sindicato patronal e as cooperativas a decisão tomada pelos trabalhadores em assembléia, estamos tentando negociar desde maio deste ano e não estamos tendo êxito.

Sexta-feira (21/7), tivemos mais uma rodada de negociações onde o sindicato patronal nos ofereceu R$ 1.033,00 de piso e um reajuste de 3,35%. Isso foi o que nos revelou o representante do sindicato patronal, já que não mandaram nada por escrito com relação a essa proposta e ontem também não assinaram a ata da reunião. Além disso, o sindicato patronal bloqueou as cooperativas de negociar os Acordos Coletivos com o sindicato. Mediante a isso, iremos convocar as cooperativas através do Ministério Público do Trabalho para termos essa proposta por escrito para levarmos em assembléia com os trabalhadores para aprovarmos a greve nas cooperativas”, revela Mauri Viana ao pedir calma aos trabalhadores que o sindicato está atendo e atuando firme e forte em prol da categoria.


Proposta do patronal não agradou em nada os representantes dos trabalhadores

 

PUBLICIDADE

 

Fonte: ASSIS CHATEAUBRIAND | CIDADE PORTAL | Sintrascoopa

CAMPANHA SALARIAL: Sem acordo, cooperativas no Paraná podem entrar em greve
CAMPANHA SALARIAL: Sem acordo, cooperativas no Paraná podem entrar em greve

OPINE!

CIDADE PORTAL
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso.

Desenvolvido por Cidade Portal